O New York Times endossa Hillary Clinton para presidente - Dezembro 2021

O editorial, chamou Donald Trump do candidato republicano à presidência de 'o pior candidato apresentado por um grande partido da história moderna dos Estados Unidos'

hillary-clinton-759Clinton demonstra o intelecto, a experiência, a dureza e a coragem exigidas em um comandante-chefe, disse o jornal. (Fonte: The New York Times)

O New York Times endossou no sábado a candidata democrata à presidência, Hillary Clinton, e convocou os americanos a votarem por suas décadas de experiência profissional como funcionária pública, seus programas e suas idéias.

O editorial, publicado na edição online do jornal e que aparecerá na edição impressa no domingo, classificou o candidato republicano à presidência Donald Trump como o pior candidato apresentado por um grande partido da história moderna dos Estados Unidos, informou a EFE News.

Clinton, por outro lado, demonstra o intelecto, a experiência, a dureza e a coragem exigidas em um comandante-chefe, disse o jornal.

O texto do editorial , que o The Times disse que precede outro artigo posterior dedicado exclusivamente a Trump e ao que ele vê como suas deficiências, explica por que um dos jornais mais influentes dos EUA renovou o apoio já fornecido a Clinton durante as primárias.

Clinton tem um histórico de serviços e uma série de ideias pragmáticas, enquanto Trump não revela nada de concreto sobre si mesmo ou seus planos enquanto promete a lua e oferece as estrelas em lay away. A EFE News citou o jornal como dizendo.

Ao longo de seus 40 anos de serviço público, acrescentou o diário, Clinton se mostrou uma das políticas mais tenazes de sua geração, cuja disposição para estudar e corrigir o rumo é rara em uma época de partidarismo inflexível.

A peça lembrava suas atividades como primeira-dama, seus oito anos no Senado e seus quatro anos como Secretária de Estado, e enfatizava suas propostas detalhadas sobre crime, policiamento e relações raciais, faculdade sem dívidas e incentivos a pequenas empresas, mudança climática e banda larga acessível, observando que caberia ao Congresso aprovar leis que implementem qualquer um ou todos eles.

Veja o que mais está virando notícia

O Times disse que as pessoas não deveriam votar em Clinton só porque ela não é Trump, enfatizando que a ex-primeira-dama é a candidata mais capaz e aquela que tem a capacidade de enfrentar os desafios que este país enfrenta.

Nas primárias, o diário apoiou Clinton pelos democratas e o governador de Ohio, John Kasich, pelos republicanos, informou a EFE news.

O New York Times endossou uma série ininterrupta de indicados democratas nas eleições presidenciais desde 1956, quando deu seu apoio à reeleição do republicano Dwight D. Eisenhower, que ganhou outro mandato de quatro anos e a quem também apoiou Presidente quando concorreu a um primeiro mandato em 1952.