Atentado suicida em Cabul mata dez, incluindo crianças - Dezembro 2021

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade imediata pelo bombardeio. O Talibã rejeitou qualquer conexão com o ataque.

Funcionários: Ataques em Cabul, províncias do Afeganistão matam 5Foto de arquivo: Policiais afegãos inspecionam um veículo a partir do qual os insurgentes dispararam foguetes, em Cabul, Afeganistão, na terça-feira. (Foto: Reuters)

Um ataque suicida no sábado na capital do Afeganistão matou pelo menos dez pessoas e feriu outras 20, incluindo crianças em idade escolar, disse o Ministério do Interior.

A explosão ocorreu em frente a um centro educacional em um bairro fortemente xiita no oeste de Cabul. O porta-voz do Ministério do Interior, Tariq Arian, disse que o agressor estava tentando entrar no centro quando foi parado por seguranças.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade imediata pelo bombardeio. O Talibã rejeitou qualquer conexão com o ataque. Uma afiliada do Estado Islâmico assumiu a responsabilidade por um ataque suicida semelhante em um centro de educação em agosto de 2018, no qual 34 estudantes foram mortos.

No Afeganistão, o EI lançou ataques em grande escala contra a minoria xiita, que considera apóstatas. Os EUA assinaram um acordo de paz com o Taleban em fevereiro, abrindo caminho para a retirada das tropas americanas do conflito.

Autoridades americanas disseram que o acordo também ajudaria a redirecionar os esforços de segurança para combater o Estado Islâmico, rival do Taleban no Afeganistão.

Recentemente, houve um aumento da violência entre as forças do Taleban e do Afeganistão no país, mesmo com representantes dos dois lados em guerra iniciando suas próprias conversações de paz em Doha para encerrar a guerra de décadas no Afeganistão.

No sábado, uma bomba na estrada matou nove pessoas no leste do Afeganistão depois de atingir uma minivan cheia de civis, disse uma autoridade local.

O porta-voz da polícia da província de Ghazni, Ahmad Khan Sirat, disse que uma segunda bomba na estrada matou dois policiais, depois de atingir o veículo que estava indo em direção às vítimas da primeira explosão.

Sirat acrescentou que os atentados feriram várias outras pessoas e que os ataques estão sendo investigados. Ninguém assumiu imediatamente a responsabilidade pelos ataques. O porta-voz da polícia provincial afirmou que o Taleban havia colocado a bomba.